Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Silêncio



Da tua ausência de palavras
podia ter nascido o meu esquecimento
de cada sentido dado às frases
da pontuação acrescida
revelação de disposição
mas sempre sem a ausência
dum barulho enternecedor

Construo amor em silêncio
baralhando os sentidos no ciúme
apesar do fim
apesar da vitória moral
dentro de cada um de nós

A tua ausência de palavras
endividou-me a alma de dúvidas
dividas irrecuperáveis
agrilhoados sentimentos
apenas penitência

E aí tão longe
sugerindo amizade impossível
quando nem se passa do silêncio irascível
condenamos tudo ao eterno entusiasmo
da crença inabalável
do doce mas impossível silêncio...
Manuel Marques
Enviado por Manuel Marques em 09/09/2007
Código do texto: T645267

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manuel Marques
Espanha, 45 anos
548 textos (59027 leituras)
50 áudios (13973 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 01:09)
Manuel Marques