Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Che Dorme

Io sono quell'che li ama,
quello che la casa inflama,
le chiamate notte e voil
Desiderando verli
Nella persona della base,
Per estrarre i relative vestiti,
Per essere invadendo per voil

Senza contare lê ore,
Vendenti 'alba di giorno
Nella relativa armi com piacere imenso,
Essere tutto il relativo
Senza modesties, timori,
Andare soltando per accadere,
Me i'sollecitate,
Adentrando, mentre lo succhiate,
Invadente lo devagarinho,

Con tant’affeto,
Baciando la mia bocca,
Prendentemi la follia
Per amarli in tale maneira,
I li vedete cosi insieme,
me Saciarmos buono
in deliciare che profondi
Vi dilettate senza estremita,

Uno, due tre
Non date al conteggio,
La sensazione gostosa
La relativa abilitá mui belo de amarlo,
Parole mescolareate,
bocche della colla,
In un bacio caldo burning
Sento l'odore di dell'amore,
tutto sono perfecto,

stanco corpi piaceri esauriti,
saciados peri i tempo peri i desiderio,
ii tempo Della carne di ansia,
Noi arrivo cosi, loosers in extremita,
ai mometo finale.
Negra Poetisa
Enviado por Negra Poetisa em 14/09/2007
Reeditado em 28/11/2007
Código do texto: T652863

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Negra Poetisa
Porto Seguro - Bahia - Brasil
343 textos (21251 leituras)
14 áudios (922 audições)
3 e-livros (354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 04:49)
Negra Poetisa