Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

((( ON/OFF )))

Então eu sobrevivia através de aparelhos.
Ambu, cardioversão, atropina, adrenalina.
Muitos joules a eletrocutar-me o coração.
Massagens desesperadas, sem eficácia.
Sem pulso nem respostas.
Entubação. Respirador.
Monitoração, saturação, paradas sucessivas.
Um aparelho respirando por mim.
Somente ele impedia minha partida...
Percebendo meu óbito iminente
Os médicos resolveram desliga-lo,
Numa velada e piedosa eutanásia;
Sádicos, brigavam pela posse do controle remoto.
Então o mais determinado apontou para mim,
Apertando ON/OFF.
Me senti um televisor, sim eu era um televisor,
Com tela plana, som Hi-FI e uma porção de polegadas.
Ainda assim, mataram-me friamente...
Saí do ar.
Minha vida não deu Ibope.
Paulo Osorio
Enviado por Paulo Osorio em 15/09/2007
Reeditado em 17/09/2007
Código do texto: T653587

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Osorio
Campinas - São Paulo - Brasil
74 textos (4913 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 21:19)
Paulo Osorio