Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Juízo Final

Um dia ruim
Sendo seguido pela sombra da solidão
Por labirintos noturnos
Que cercam o meu coração.

Tudo perdeu o sentido
Quando achei que podia vencer
Dominado e derrotado
Tornei-me empregado do poder.

Força egocêntrica viril
Viventes de uma realidade maquiada
De uma sociedade subornada
Pelos filhos da puta desse Brasil.

A mancha vermelha do sangue inocente
Que queima nas paredes do senado
E neste inferno onde Brasília é o palco
Conhecemos a verdadeira face do diabo.

Sociedade de calúnias
Humanistas de uma sociedade forjada
Idealistas amantes da cobiça
De uma humanidade destroçada.

Ponto alvo da rotina comum
Encurralado pelas armadilhas diárias
Diretrizes de um bom senso inexistente
Somos suicidas de uma vida extasiada.

Seres totalmente divergentes
Donos de uma racionalidade brutal
Inocentes ou culpados?
Chegou o dia do juízo final.

(Crítica Ao Mundo Corrupto Qual Vivemos Hoje)
Nilmário Quintela
Enviado por Nilmário Quintela em 17/09/2007
Código do texto: T656531

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Nilmário Quintela). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nilmário Quintela
Salvador - Bahia - Brasil, 31 anos
214 textos (19309 leituras)
1 áudios (707 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 21:49)
Nilmário Quintela