Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Trovejar em dor
Ritumbando sem parar
Gotas em choro
A cair sem parar
Chuva torrencial
Cai a noite
Balança a frágil nau
Sou a nau
Singro o tempo
Sem destino certo
Sou ser negro
Procurando a luz
Deveria estar perto
Sou sem teto
Corro o mundo sem
Destino certo
Só lamentos
Sentimentos que um dia
Foram só euforias
Luz e trevas
Uma não quer a outra
Uma não vive sem a outra
Afasto a luz
A Sombra reluz e me conduz
Pelas trevas
Destino certo
Agora sou repudio de tudo
Afasto as sombras
A luz me envolve e consome
Faz sentir o que já senti e
E por tantas vezes já sofri
É assim
Sombras são frias
Sem sentimentos
Luz é quente
Com sentimentos abundantes
E inocente sinto
Na tempestade
Dos sentimentos
E fico aflito
Aguardo o destino
Dos sentimentos
Confusos e incertos
Vou naufragar
Nesta nau da vida
Na luta quer travo
Entre a luz e as trevas
De minha própria alma
Sal Eterno Aprendiz
Enviado por Sal Eterno Aprendiz em 18/09/2007
Reeditado em 18/09/2007
Código do texto: T657579

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sal Eterno Aprendiz
São Paulo - São Paulo - Brasil
550 textos (32454 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 23:49)
Sal Eterno Aprendiz