Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

erupção

sopro de vida
sofro na vida
sofro esquecida
da minha saudade
sempre a verdade
é que não prevalece
sempre se esquece
do que nos convém
sempre há alguém
que sobra na vida
que surge na vida
que cruza o caminho
que segue sozinho
pensando que não
que põe a razão
no lugar que ela está
pra nunca mais achar
nem de vela na mão
superação
de um só momento
sopro do vento
sofro com o aumento
da minha aflição
comiseração
baila comigo
doce é o castigo
depois de pecar
e de mastigar
a intuição
             

Rio, 17/09/2007
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 21/09/2007
Código do texto: T661596

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6831 textos (148023 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 01:51)