Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONVITE MACABRO (Droga, vírus da morte)

 
                Renato Alves

Não dê ouvidos a eles,
família, pais, religião...
Venha se juntar a mim,
eu estou te esperando!

Traga algum "baseado"
e tudo que você puder,
aqui está escuro e frio
não tem nada pra fumar
não tem nada pra beber
e, você sabe, amigo,
o que vale é o prazer,
mais prazer e mais prazer...
Viver a vida plena
e tudo que ela oferece,
custe ou doa a quem doer.
(Cobre isto de seus pais!
Você não pediu pra nascer...)

Não deixe que a caretice
tome conta de você!
Não ligue para o que dizem!
Fume! Beba! Injete! Cheire!
Que eu estou esperando...
Mudei para cá bem jovem,
assim como você agora,
sei que vamos nos dar bem...

Anote aí o endereço
pra você me procurar:
moro numa cova rasa,
número meia-meia-meia,
do cemitério da praça
onde habita a solidão...
Também fui vítima do vírus,
do vírus da droga, irmão!


Renato Alves
Enviado por Renato Alves em 23/09/2007
Reeditado em 20/01/2011
Código do texto: T665474

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renato Alves
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
21 textos (2337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 11:20)
Renato Alves