Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dízimo

Seu corpo ostentado usam
Que satisfaz o que pra ele foi feito
Mas seu espirito não tem nenhum efeito
Já que vem de uma mente tortuosa e vazia

Das complexidades do amor não se importa
Pois afinal se resume tudo em besteira
O real sentido das coisas mesmo é sua fútil beleza
Enquanto meu mundo morre lá dentro afogado em tristeza.

Mas se um aparato novo jovem rico te apresentam.
Nele se entrava logo as grossas pernas,
Todas duas depois viram selas
Ratoeiras para um homem burro enganar.

Logo mereces sobrenome pérfido de castigo
Lúbrico adjetivo para um mulher porca.
Ficarás velha e muchará feito uma rosa
Assim como vestido novo que compras agora.
Zin Carvalho
Enviado por Zin Carvalho em 23/09/2007
Código do texto: T665532

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (cite nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zin Carvalho
Buíque - Pernambuco - Brasil, 28 anos
3 textos (65 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 21:02)
Zin Carvalho