Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPO ESGOTADO

O tempo apressado,
passa.
Os dias são calendários,
são horários cumpridos.
E o que não passa aqui dentro
é a vontade de brecar o tempo,
pra eu pensar,
mas ele passa mesmo assim,
não respeita desejos incontidos.
Os ponteiros decididos,passam sem
mim.
Datas marcadas,um envelhece e outro
nasce,um morre e outro renasce.
Não sou feita desses números,
meu amor,não tem prazo de validade,
são inúmeras as minhas pressas e as
minhas preces.
Passo vontades,na cama e na vida.
Na casca da ferida que eu não deixo
cicatrizar,sangro e passo.
Séria, me  faço úmida,ninguém
percebe o meu gozo na vida,
pois o relógio biológico,trama
o drama da existência.
Me faço passo e ponteiro,
Sou essência no tempo,
Que se "esgota" de mim...
Luciane Lopes
Enviado por Luciane Lopes em 24/09/2007
Código do texto: T665779

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciane Lopes
Mirassol - São Paulo - Brasil, 46 anos
1215 textos (60550 leituras)
47 áudios (3088 audições)
1 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 16:07)
Luciane Lopes