Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEPOIS DA TEMPESTADE

Depois da tempestade


Luz, cores, brilho, magia...
É o arco-íris que surge após a tempestade...
A calma já me toma pelas mãos,
Algo em mim, não sei de onde,
Cala as tantas respostas que procuro

As lágrimas caem tímidas,
Como caem quando ouço boa música
Ou quando leio um bom poema

Respostas, perguntas?
Nada mais... para quê?
É um ponto final.
Um livro bom também chega ao fim.

Banho de realidade...
Mas a magia ainda está em mim...
E eu não vou deixar morrer.
A força sutil e singela do arco-íris é mais intensa que a força devastadora da tempestade.
Há mais luz e mais brilho que imaginava...

Do que passou, resta a lembrança
que afirma a certeza de que o amor está em mim.
Tão puro, tão sincero e tão grande...
Que eu mereço vivê-lo


Débora Andrade (abril, depois da tempestade)
Débora Andrade
Enviado por Débora Andrade em 25/09/2007
Reeditado em 21/06/2008
Código do texto: T668397
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Débora Andrade). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
312 textos (15550 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 21:15)
Débora Andrade