Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
DECEPÇÃO

Meu corpo cobriu-se de lama

Que escorre e adentra as entranhas de minh'alma

Que estremece e adoecida

Estranha.

Eu já conhecia o limbo

Fui visitante do inferno.

Não deveria estranhar

Esse nojo,

Essa putrefação!
...
Te aceitei

Te vi doce e terno

e novamente abriu-se

a ferida, que já não doía!

Necrosou a cicatriz que eu escondia.

Te odiar?

Não!

Odeio a mim

Por dar a chance

De outro alguém tripudiar.

(vomitar não consigo)

Colou n'alma esse asco,

Me fazendo

Irônica

Enojada

Incrédula

Infeliz

e

Incapaz de sonhar!

Confiei mais uma vez

e odiosamente

A sarjeta de mentiras me colheu!

Tenho outra vez essa dor indescritível...

Mas o tempo passa e vai passar!

Quando passar,de novo serei EU

E tu...serás apenas o que és:

NINGUÉM!


***************************************************
INEZTEVES
Enviado por INEZTEVES em 28/09/2007
Reeditado em 23/07/2011
Código do texto: T671700
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
INEZTEVES
Japeri - Rio de Janeiro - Brasil
1315 textos (107792 leituras)
290 áudios (28338 audições)
2 e-livros (111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 22:21)
INEZTEVES