Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A terra é o fermento do alimento

Poesia on-line para o dia 18-09-07 (fórum) adaptada e reduzida desta que é a original



 
A terra é a mãe...A terra é sagrada.
Que estende as mãos,
silenciadas,
e que se abre alegre,
de tão enobrecida,
que recebe tudo.
Há transformação.
Terra é dor, e fecundidade.
Terra é amor, que não tem maldade.
Terra é a noiva, vestida de branco
pura imaculada.
depois é a mãe
vestida de mil cores
florida e pujante
e de tantos  tons, flores de encanto.
Terra nos dá, também o pranto.
são as suas dores de terra parida
A terra gerou,a abundância
diz não, à miséria,
não quer a guerra,
que destrói seu seio,
que nasce abençoado.
Quer  fertilidade.
Ela é tolerância.
Ela é liberdade.
Ela é de todos, sem limitações.
O homem sem terra, não é nada,
e por suas mãos, ela é semeada.
Ela também é explorada,
com a ganância, que não chega a nada.
E da simbiose, de dois elementos
O homem e a terra,
a terra e o vento,
a chuva o estio.
a alegria a frescura
da terra molhada.
Eis o desafio,
que dará ao homem o alimento,
a consolação,
de por suas mãos,
conseguir o pão.
 
De t,ta

Ás 16:11
De. 18-09-07
 


.  
Tetita
Enviado por Tetita em 29/09/2007
Reeditado em 29/09/2007
Código do texto: T673111

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tetita
Setúbal - Setúbal - Portugal
1397 textos (81086 leituras)
65 e-livros (5632 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 01:27)
Tetita