Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
"Papo de Pescador" = Poesia de Humor=

Eu pescava sempre em alto mar
Em um barquinho,éramos uns seis
Cinco colocando as iscas pra nadar
Mais um maldito dum rabudo japonês

Nós, os simples mortais, os brancos
Caprichávamos em nossos lançamentos
Sentíamos todas puxadas, os trancos
Mas peixes, só mesmo em pensamentos

O amarelo, magricela, bem displicente
Jogava lá sua linhadinha, à revelia
Logo depois, rindo-se da cara da gente
Um puta peixão a bordo ele trazia

Sua vara de pesca nem era especial
Os anzóis, linhas, e iscas, bem iguais
Será que os peixes nos querem mal?
O que será que esse amarelo faz?

Mas o dia da vingança afinal chegou
Um peixe imenso pegou a isca do japa
E com tanta força a linhada ele puxou
Que o pescador pareceu levar um tapa

Tapa formidável que o jogou ao mar
Embaralhando-se nas linhas e lutando
O peixe não queria deixá-lo escapar
E nós, os colegas, no barco hesitando

Qual dos dois nós deveríamos salvar
Aquele peixe imenso, grande raridade
Ou o amarelo que tão bem sabia pescar?
De ficar com o peixe era maior vontade

Acabamos optando por salvar o pescador
Cortamos a linhada e o puxamos da água
Mas não ficou de graça o nosso favor
E até hoje disso ele guarda grande mágoa

Todos nós posamos pra foto com o bitelão
Cada um de nós se disse o autor da façanha
Todos, menos o japonês, o amarelo rabudão
Que até hoje de raiva, de ódio, se arreganha
Fernando Brandi
Enviado por Fernando Brandi em 29/09/2007
Reeditado em 29/09/2007
Código do texto: T673677

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fernando Brandi
São Paulo - São Paulo - Brasil, 70 anos
1392 textos (192778 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 10:02)
Fernando Brandi