Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AO MEU RECORTE HUMANO E VIL - POR AMOR, PELA VIDA

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
(Quem ler ou reler este texto pense num ser maravilhoso que precisa voltar a acreditar na vida! A luta vai ser grande depois do milagre!
Em momentos de dor todos se apoiam, sem interesse, com companheirismo, as segundas oportunidades devem ser aproveitadas deixando o mal para tras.)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>


Porque toleras as indecentes propostas do demónio?
Porque danças ao som de uma prece sem sentido?
O sentido da vida perdeu-se algures por aí
E eu tive que seguir ao teu lado
Sem pudor, sem rancor, apenas porque quis
Sem te lançar um dedo acusatório
Ao contrário de quem não te soube enfrentar

Há voltas infinitas a dar
Vidas inteiras de ódio por desmontar
Frustrações sempre prontas a carregar
Ausências típicas das alturas do penar

Ah mas eu estou sempre lá
Nas ruínas de uma qualquer frustração
Quando todos sorriem de costas voltadas
Quando as chamas sobejam para ti
E o conforto se afasta indefinidamente
Eu estou lá e tenho orgulho
Mesmo que demores a reconhecê-lo
Luto pelo teu amor à vida, escondido
Sou guerreiro da tua paixão escondida
Das vibrações positivas que te habitam
Sem que tu lhes dês o devido valor

Eu até posso estar errado
E tu seres a vil prece do anjo Lúcifer a cirandar
Mas em ti eu vejo a pureza dos justos
No meio da ira incongruente
Do sorriso difícil e inconstante
Da superioridade de espírito escondida
Para quem não quer ver

Eu amo-te para lá da loucura dos amores eternos
Eu puxo-te para o topo do mundo e obrigo-te a lá ficares
Eu dou-te um sorriso permanente
Mesmo que também não sinta a compreensão
Dos malditos que te odiaram
Dos injustos que te criticaram
Da deslealdade que foste vitima!

Sou o teu anjo da guarda
Vou ser sempre o que luta por ti
Mesmo sabendo que outro te vai tomar para seu amor
Cuidados redobrados para te ver feliz
És a musa inspiradora da minha luta pela justiça
Dos princípios da brilhante e oportuna compreensão
Por ti esqueço que vivo e parto para a outra dimensão!


in O MEDO DO DIA SEGUINTE, 2007.


Manuel Marques
Enviado por Manuel Marques em 01/10/2007
Código do texto: T675745

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manuel Marques
Espanha, 45 anos
548 textos (59027 leituras)
50 áudios (13973 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 04:09)
Manuel Marques