Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inquietude de um Poeta

Inquietude de um Poeta



É preciso casar Adão
Suportando a Erva
É preciso odiar a serpente
Substituindo a todos nós


É preciso recriar o Éden
Crendo em Deus Onipotente
É preciso pagar as dividas
Ouvindo um som, não sendo
O da Ciclana


É preciso estudar, em contra versos
É preciso uns porres tomar
É preciso ser orador
Colhendo botões floridos
Dentro dos velhos versos
Em risco


É preciso sanar
Almas inquietas
É preciso cem pálidas mãos
Ressucita-las
Anunciando o reinicio
Do mundo!




LiQuInHo
Rosemary
Enviado por Rosemary em 01/10/2007
Código do texto: T676609
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosemary
Blumenau - Santa Catarina - Brasil, 48 anos
60 textos (2391 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 12:42)
Rosemary