Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Passagem

Momentos, passaredos, passam lentos,
Bendizer rápidos quanto a fuga de um covarde.
Transeuntes pela vida,
açoitados pela natureza humana
condenados a uma crença descrente.
E quando homem tornar a si,
o que viria parti-lo de forma indefinida?
Aqueça o coração, pobre amigo,
através de um sacrifício...
Engana-se, pois, nas verdades irreais,
e olhe, então, ao lado
qual mendigo pede-lhe ajuda
Nega-o? Espécie infame!
E deseja repartir o pão com amigos?
Reparta-o à sua própria solidão, individuo.
Sousandrade
Enviado por Sousandrade em 07/10/2007
Reeditado em 11/02/2009
Código do texto: T684162
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sousandrade
Fortaleza - Ceará - Brasil
10 textos (1947 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 03:43)
Sousandrade