Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
SOLIDÃO



Como em um imenso deserto
sem miragem, nada por perto
somente a lembrança dolorosa
que traze-me somente amargura
amargor que consome... tortura
e enche-me da solidão impiedosa

Saio... a cidade está barulhenta
com um ruído que me atormenta
sozinha no meio dessa multidão
na madrugada fria eu só comigo
sonho com o calor de um abrigo
amoroso que tire-me da solidão

=======================


Ciranda Solidão

para ler outros autores acesse:
http://www.ciranda.tullipavermelha-poesias.net:80/solidao.htm
seu carinho no livro de visitas será bem-vindo



Sueli do Espirito Santo
Enviado por Sueli do Espirito Santo em 10/10/2007
Código do texto: T688099

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sueli do Espirito Santo
Santo André - São Paulo - Brasil, 66 anos
1471 textos (237135 leituras)
1 e-livros (110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 23:59)
Sueli do Espirito Santo