Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOMEM VERSUS ANIMAL





O que separa o homem do animal
É o mesmo que os complementa.
Trazem em sem enorme manancial
Aquilo que a ambos sustenta.

Quando nos tornámos inteligentes
Deixámos para trás o rude e bestial.
Engraçado ver que temos entre dentes
A mesma atitude fundamental.

Mas não somos de todo diferentes,
Que o que nos mantém é a sobrevivência.
E acabamos no fim todos doentes,
Sem que haja aqui grande diferença.

Bípedes e quadrúpedes, vagamos
Ao sabor de nossas necessidades.
Verdade se diga, ambos nos empenhamos
Por fazer parte de uma sociedade,

Arrogante é o homem, julgando-se perfeito
Em toda a sua bestialidade enfim.
A homem e a animal o mesmo direito
Com principio à cabeça, meio e fim.

Se o homem respeitasse o animal
Viveríamos numa sociedade mais feliz.
Mas por torná-lo assim desigual
Dos dois qual deles o mais infeliz?

Seria preciso uma revolução aqui
Que tratasse bem seu semelhante.
Só assim poderíamos pôr um fim
Ao que agora nos é dissemelhante.

O poeta é um homem de massas,
O homem um absurdo de incongruência.
E vivemos do Algarve as passas,
Com tanta inerme e fútil inconsistência.


Jorge Humberto
11/10/07







Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 12/10/2007
Código do texto: T691322
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 51 anos
2622 textos (67245 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 13:19)
Jorge Humberto