Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempo

Há dias em que o tempo se rebela
O ponteiro do relógio pára
E a gente sequer repara
Imersos em pensamentos, em silêncio
Tudo permanece igual durante horas
Mas, quando vemos, um minuto não passou
Durante uma eternidade viajamos
E o dígito nem mudou
Quano queremos nos ver longe
Sempre conseguimos...
Em uma ausência notável
Representamos como num teatro de fantoches
Somos o que podemos ser
Somos o que nos deixam ter
E na eterna brevidade de um minuto
Se estivermos trancados entre quatro paredes
Onde o tudo e o nada pouco significam
Não somos ninguém
João Paulo Brubacher
Enviado por João Paulo Brubacher em 14/10/2007
Código do texto: T693342

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Paulo Brubacher
Esteio - Rio Grande do Sul - Brasil, 32 anos
33 textos (1099 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 05:37)
João Paulo Brubacher