Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Resposta ao Poço

Da desformoçura dum poço.
Da enfermidade do meu ser.
Da falta de palavra de outro ser.
Da desculpa desse mesmo ser.
Um cochilo quase eterno
Deu-se na beira duma pedra.
Fumaça tranformou-se em Pedra.
Tranformou-se numa decomposição
de barros e Pedras.
Palavra tranformou-se em vento, que
virou pó, que sumiu para sempre.
Restou-nos agora um nova palavra
Um novo emergente
uma nova gente.
Era tão simples...
Era tão pouco...
Eu não era louco.
E sabia dos risco
que oferecia.
Porém diante da profecia
De palavras ditas e não
cumpridas.
Quase que me perdi
No caminho dessa vida.

Danilo Silva
dannylo
Enviado por dannylo em 14/10/2007
Código do texto: T693648

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
dannylo
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
20 textos (1063 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 01:51)
dannylo