Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lamento de poeta

Sei que tenho estado meio distante...
Tenho buscado inspiração
como todo poeta o faria.
Postei-me de papel nas mãos
isolei-me dos tons e sons.
Meu olhos varreram os mínimos detalhes.
Tentei  buscar o fundo das coisas...
Das flores, da música e das cores.
Não tenho escrito aquelas palavras!
Me fiz guardião das noites
fiquei pra esperar as estrelas...
Meus poemas tornaram-se quase invisíveis!
Meu dilema disputa comigo como um ferrenho
oponente.
Será que o poeta em mim, está fora de si!?
Ontem rasguei dezenas de folhas.
Nelas estavam escritos versos ocos
extremos vacilos a rima.
Tentei construir idéias concisas.
Procurei escrever como um bom moço,
mesmo que fossem poesias imprecisas.
Não conseguia sequer agarrar-me ao
fio da meada.
Meu o sentimento corria de mim
como uma caça desesperada...
Eu era caçador de arma emperrada
Cadê a poesia? Nada, nada de nada!
Construí frases absurdas!
Mordi os lábios, tentando lembrar  fatos
imagens diluídas pelo tempo.
Repassei velhos documentos
ouvi até os sons de Beethoven
que não ouviu!
O poeta sumiu!
Na verdade, pelo que vejo;
perto de um poeta, não
passo de rascunho ou de ensaio
Peço mil desculpas
sei que um poeta é inevitavelmente
desculpável!
 Agora, devo voltar à realidade!
Sou de fato um escrevinhador.
Aprendiz da arte da busca do bem viver.
Sou um sujeito sem maldade,
que busca de jeito desesperador,
uma fórmula de aprender
apenas escrever...

 
José Tadeu Alves
Enviado por José Tadeu Alves em 16/10/2007
Reeditado em 19/02/2008
Código do texto: T697034

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Tadeu Alves
Brasília - Distrito Federal - Brasil
223 textos (30161 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 16:04)
José Tadeu Alves

Site do Escritor