Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Complexo

Quando no espelho fico-me a olhar
Perco-me numa angustia sem fim
Por me imaginar tão gordo (a) assim
E não conseguir me aceitar

Acho que sou feio (a), desajeitado (a)
Que de mim ninguém vai gostar
Então, vivo constantemente me criticar
Sentindo-me eternamente frustrado (a)

Só tenho olhos para os meus defeitos
Achando-me que não tenho mais jeito
Matando tanta beleza que há em meu Ser.

É uma dor que não se acalma
Que fere e machuca minh’alma
Um preconceito que não consigo vencer.

Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 19/10/2007
Código do texto: T701723
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 52 anos
5354 textos (1256169 leituras)
5 e-livros (11995 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 03:16)
Ataíde Lemos

Site do Escritor