Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O tempo e sua relatividade

O tempo e sua relatividade

O tempo segue inexorável,
seu ritmo imutável,
não é adaptável,
muito menos contralável.

O tempo é relativo,
oscila entre passivo e ativo,
em um coração compreensivo
ou totalmente impulsivo.

Segue inerente à nossa vontade,
indiferente à nossa capacidade
de entender a sua presença
ou venerá-lo como uma crença.

Ele é dolorido na sua ausência,
testa minha limitada paciência,
é deliciosamente lento ao seu lado
para supremo deleite do meu coração apaixonado.

Ora acelera nos bons momentos
e congela nos tormentos,
ora nos permite sorver cada segundo,
como se parasse todo mundo.

Creio que sua velocidade
está ligada a nossa verdade,
a como estamos no momento,
a favor ou contra o vento.

Ele espelha o nosso humor,
os nossos sorrisos ou a dor,
e invariavelmente criticado,
sofre quieto e calado.

A verdade é que só ele, fluindo como um rio
encara o improvável desafio
de aplacar a imensa dor
de uma desilusão de amor.

Leonardo Andrade
Leonardo Andrade
Enviado por Leonardo Andrade em 20/10/2007
Código do texto: T702970

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leonardo Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1491 textos (63346 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 22:37)
Leonardo Andrade