Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Social escombro




Venham a cá  minhas crianças
Deitem nos meus braços
Gelados, da desesperança
A inconseqüência real
Dessa falsa liberdade
Que sem mimos, tratos ou carinhos
Aos montes ficam nas cidades
Os frutos omissos da nação.
Que por não terem oportunidade
Hoje brincam, rolam e deitam pelo chão
Desta curiosa arquitetura
Que oferece seus cantinhos.
Ainda é cedo pra pensar?
Se é, entre todos os tipos de abandonos
Com nossas mulheres e crianças
Vamos passear!!!
Talvez quem sabe, nesse social escombro
Num segundo de vergonha
Possamos nos identificar.

Vicente Freire – 09/09/99
Vicente Freire
Enviado por Vicente Freire em 21/10/2007
Código do texto: T704074

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vicente Freire
Belford Roxo - Rio de Janeiro - Brasil, 63 anos
280 textos (22945 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 13:59)
Vicente Freire