Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apesar dos pesares

Sempre me magoam de propósito:
não sei como retroagir...
... e o sofrimento me impede de sorrir...
Meu comportamento meio ilógico
não me permite conseguir
sequer imaginar o mal que há por vir...

Mesmo nos lugares mais inóspitos,
a vida insite em existir...
Assim, não justifica-se meu óbito:
quem sou eu pra desistir?

Este meu aspecto tão mórbido,
difícil de se corrigir,
devido a, tanto, tanta gente me mentir...
Não estou explanando em código,
contudo ninguém quer ouvir...
... mas, apesar de tudo, não vou me banir, pois

mesmo nos lugares mais inóspitos,
a vida insite em existir...
Assim, não justifica-se meu óbito:
quem sou eu pra desistir?
Valdir Júnior
Enviado por Valdir Júnior em 22/10/2007
Reeditado em 26/02/2013
Código do texto: T704925
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdir Júnior
Ribeirão das Neves - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
83 textos (1563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 19:57)