Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NO ESCURO DO CINEMA

Depois de concertar a minha antena,
fui para convidar a minha pequena
para ir ao cine,mas ela me disse que não.
_Voce sabe muito bem que hoje em dia,
nas telas,so se passa pornografia,
prefiro ficar assistindo televisão...

-Nesse assunto não mais me fala,
não vou sair aqui dessa sala
obedeço muito a meus pais...
E agora? Essa minha namoradinha
continua tão teimosa e bobinha
e do tipo que já não existe mais...

-Esta bem.Não precisa de fazer greve,
so queria ver a Branca de Neve,
e tambem aquele seu anão...
E quando tivesse lá no escurinho
queria te tocar bem devagarinho
para segurar na sua mão...

Me olhando, foi dando uma risadinha,
notei que ficou bem assanhadinha
estava prendendo a respiração...
-Acho que hoje estou querendo ir
estava pensando em assistir
tambem a Dalila e o Sansão...

E foi so tirar os pés de casa
a menina foi ficando uma brasa,
ja me pediu para ser abraçada.
Foi pegando fogo como uma vela
acho que nem olhou para a tela
de filme mesmo não vimos nada...

Agora ja esta me assustando
por que esta sempre me cobrando
querendo repetir aquela seção...
Mas não quer desenho animado
diz que quer ver filme avançado
agora e minha a preocupação...
GIL DE OLIVE
Enviado por GIL DE OLIVE em 22/10/2007
Código do texto: T705125
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GIL DE OLIVE
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil
2611 textos (231167 leituras)
31 e-livros (2316 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 19:14)
GIL DE OLIVE