Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reflexões Sociológicas 03 - O Sonho

Eu hoje acordei feliz...

Lá fora mantidos os laços do verde e azul;
Unidos os passos do pobre e do rico;
Morreram as mortes do norte ao sul;
Olhei para o mundo, não vi mais um circo...

Não vi mais crianças expulsas do ventre;
Não vi mais comercio do corpo e da mente;
Não vi mais a industria da seca e da fome;
Não vi mais as feras...eu vi o homem...

Cessaram as guerras das nações e vizinhos;
Cessaram as línguas que matam sem armas;
Cessaram os pulhas que traem com carinhos;
Cerraram as antenas que programam as casas...

Em vez de fumaças, só flores  e águas;
Em vez de ouro negro, a riqueza era a paz;
Em vez de dinheiro, queriam livros as massas;
Em vez de "quem tem" só se via "quem faz"...

Crianças sem marcas, cigarros falidos, bebidas sem boca;
Traficante vencido, o ladrão sem voto, a bala sem alvo;
O drogado a salvo, o lar sem violência, a TV sem tendência;
A escola repleta, a favela vazia, a panela completa, o pão de cada dia!

Já não vi mentirosos, fraudadores de almas e fingidos amigos;
Já não vi a tragédia, corações em pedaços e o triunfo do mal;
Já não vi bares cheios e igrejas vazias, olhares em busca de um Simples abrigo;
Já não vi o que eu era, vi um homem feliz em meu rascunho final!

Eu hoje vou dormir feliz...
Quem sabe até sonhar o mesmo sonho de ontem!
Reinaldo Ribeiro
Enviado por Reinaldo Ribeiro em 24/10/2007
Reeditado em 14/03/2009
Código do texto: T707731

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reinaldo Ribeiro
São Luís - Maranhão - Brasil
1975 textos (151681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 13:43)
Reinaldo Ribeiro