Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O palhaço cotidiano

Então me diz que vai voltar
que foi locura sua me deixar
que se arrepende do que fez
que vai ser só minha de uma vez

Me diz, tudo aquilo que eu quero ouvir
e que só de sua boca pode vir
que eu sou tudo aquilo que te faz bem
e que sabe que sem você não sou ninguem

Me diz então, o por que disso tudo
brincar de fazer joguinhos absurdos
se no final você sempre me deixa só
demonstrando que de mim não tem dó

Me diz por que me faz de bobo
pois sou mesmo louco por você
e você nem se preocupa com isso
por que sabe que estarei sempre aqui te esperando

E me pinto de louco, finjo palhaço
pra te alegrar, pra te fazer sorrir
e você dá as costas como se nada fosse
e me diz que odeia piadas sem graça e poesias mal feitas
João Cláudio
Enviado por João Cláudio em 26/10/2007
Código do texto: T710315

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor, se possível, alguns dados relevantes sobre o mesmo, e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Cláudio
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 27 anos
6 textos (180 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 08:07)
João Cláudio