Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Com vida

  Não, não quero títulos.

  Não, não quero rótulos.

  Não, não quero a morte.


  Agora? Deixai-me viver, deixai-me secar.
Nesta vida, assim farei, assim serei.

  Destruir a imagem para realmente ser.
Assim sou, apartir de agora.
Sou o farol, faraó que vê.

  Enviado da dúvida que é a certeza.
Criado na certeza que é a dúvida.
Preencherei meu vazio com mundo,
que é mais vazio que eu, pois este é minha extensão.

  Deixo viver, deixo chorar, pois sei que tua dor
no fundo é dó, de si mesmo. Te deixarei suicidar,
a menos que eu te ame. Se te amo te salvarei, para que você saiba aquilo que nunca saberei,
o valor da vida!

  Não falo a você, falo a cada um, ao mundo que nada é. E Repito! Nada és apenas por ser, ser e não ser, o mesmo são, a variar o observador e a intensidade, ou seja, são concomitantes e complementares.

  O ser do não ser, nada é. O não ser do ser, nada é. O ser do ser detém o não ser e por isso abriga o nada.

  Se falo e não entendes, pense mais, leia mais e viva mais. Não sou um deus, se sei é por que chorei é por que morri, se falo é por que sou e estou vivo. Vivo, porém penso como um...
 Morra e entenda a morte, o morto.
  Ainda não estas pronto neófito, acalme-se. O vazio ainda te espera, não tente entende-lo de uma só vez. Não! Tente, engula e morra! Mas cuidado, muitos não voltam e morrem(se matam), outros voltam e temem o nada(mais que tudo(vivendo miseravelmente)) e já outros retornam achando que estão sãos(Estes foram invadidos pelo nada, Deus os abandonou). Acalma-te aprendiz, estou no terceiro, o único que conheço. Sugiro cuidado na arte de entender o tudo, o nada, muito cuidado, pois nos ensinaram a negá-lo e se você negar algo que te forma será o fim de teu crescimento.
 
(Borg)
Paxe
Enviado por Paxe em 26/10/2007
Reeditado em 22/03/2009
Código do texto: T711256

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paxe
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
183 textos (7460 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 10:40)
Paxe