Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOR

Este semblante criança, nesta musa serena me alcança nas jornadas,
Vem oh véu transparente da beleza, rodeia-me com a sua alma cintilante.

Com o sorriso florido, sustenido encantado com as flores da canção,
Absinto do seu colo neste sonho exalando o suspiro da paixão.

Fira-me ó espada com o brasão da jornada do vôo de um condor.
Esta vala ensolarada onde as asas se debatem no ruído da emoção

Neste vulto do mistério onde as garças se agregam como passos de um ladrão
Vi clareiras e holofotes se entregando até a morte como se abate um dragão.

E a vida me entregando sua face embrulhada como um morto de paixão,
Mas os dias são eternos quantas noites se escondiam apartando o amor.

Nesta sala de murmúrios temo a fenda aquecida por um raio e um trovão,
Esta chuva de carinhos, absurda fantasia esquecida na saudade sofrendo a grande dor.

Gueko
Enviado por Gueko em 31/10/2007
Código do texto: T717412

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gueko
São Mateus - Espírito Santo - Brasil, 51 anos
817 textos (34099 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 11:33)
Gueko