Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhos Vermelhos (Perdidos)

Hoje avistei o mundo fora da tela da televisão
Vi a penosa e árdua realidade
Sim hoje eu vi a sorumbática nação
Povo sofredor que finge viver um conto longe da verdade

Vidas perdidas, Tristes na obscuridade.
Atuam num palco, cujo teatro está por se cerrar.
Esperando um ato, uma solução, um milagre.
Esperam o excelso, mas não querem acreditar.
Não almejam mudar, e nem a fé querem usar.

Padecem por deleite
O que pelo mundo foi oferecido cegou-lhes á visão
Tudo pelo bel-prazer esquecendo a vida
Numa viagem obscura, seus Jovens morrendo estão.
No tormento, Inocência perdida
 
Vi ó infante no profundo de seu olhar.
Nos olhos vermelhos apenas um grito emudecido
Um rogo inconsciente: Quem vai me ajudar?
Evidenciando a situação de alguém que havia existido
Mas que hoje é apenas uma sombra, um torpe á penar.
Um corpo que cursa sozinho um triste caminho
Na apavorante passagem fácil de andar

Brincando de viajar sem saber se isso tem volta
Menino triste e perdido
Agora afundado no poço se revolta
Por não ter atendido de sua mãe o pedido
Filho não trilhe nesse caminho de derrota

Porém digo-lhe agora aos teus olhos ver
Antes que acabe seu suspiro com teu último fumo.
Ainda há esperança para você
Sua vida hoje pode mudar de rumo

Ainda existe uma solução
Não viva nesse mundo de engano
Saia já dessa amarga escuridão

Apresento-lhe a saída dessa aflição
Alguém que se preocupa contigo
Que vai lhe estender a mão
Com um olhar terno e sereno
Mudará sua vida e direção
Pois é luz para o perdido

Dar-te-á vida com abundância
Suavizará teu fardo e cruz
Dará-lhe razão e alegria sem igual
Eis que lhe apresento á luz
O Senhor da vida e amigo leal
Se entregue agora á Jesus
Aceite a ajuda divinal
e mude de vida, sim tenha vida.

 
(Baseado em um momento Evangelistico, ao encontrar um garoto perdido no mundo obscuro das drogas )

Audenice
Enviado por Audenice em 31/10/2007
Reeditado em 12/11/2007
Código do texto: T717648
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Audenice
Diadema - São Paulo - Brasil, 36 anos
49 textos (5572 leituras)
2 e-livros (68 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 13:00)
Audenice