Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENIGMA NUM BECO ESCURO

Um enigma, tão certo
E tão incerto, este sou
A quem me olha, sou tudo
E quem me entede, sou nada

A vida que passa, já nem
De tristezas sou feito
Esta lágrima que escorre
É mentira, é mentira

Tudo que ver, esquece
O que escreveu, apaga
Copo de sangue, na pia
Anjo lúcido, da noite

Falo sozinho, falo comigo
Não tenho nada, nem inimigo
Sou trasnparente, sou como véu
Vagando só, por outros corpos

AS cortinas vão se fechando
Os olhos se abrindo, sim
E novamente, largado sou
E jamais notarão minha falta
Ricardo R
Enviado por Ricardo R em 01/11/2007
Código do texto: T718451
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo R
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
134 textos (5005 leituras)
1 áudios (631 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 07:53)
Ricardo R