Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Miolo do Pão

Eu queria fazer uma poesia
Que virasse pão,
Depois voasse pelo céu
No bico de um passarinho
Caindo por entre as pernas
Magras daqueles meninos
Que  na vala rala do esgoto em vapor
Pulam, rolam se esfolam
E fazem desenhos que parecem flor

Eu queria fazer uma poesia
Que virasse pão,
Depois fosse saboreada
Feito gostosa marmelada
Ou iguarias, de finos sabores,
Como se acham nas mesas
Daqueles senhores.

Eu queria fazer uma poesia
Que virasse pão,
Mas eu não faço milagres!
Estas rimas tão graves
São  rimas tão tolas
Não despertam  protestos
Nenhum manifesto
E nada se faz.
Não é uma obra prima
Não acaba esta sina
Enquanto houver fome
Não haverá paz.
sonhia
Enviado por sonhia em 02/11/2007
Código do texto: T720950
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
sonhia
Curitiba - Paraná - Brasil, 59 anos
5 textos (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 12:13)