Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perdição

Nas fugas me perco
A cada dose
O desespero se apóia na máscara
A qual me converto

Fecho os olhos e não consigo mais abrir
entorpecida na fuga,
me enganando... viajando...
Como se só existisse eu e meus pensamentos
Como se as pessoas fossem de mentira

Em meio a fuga o desespero invade por fração de segundos
Choro...
chôro profundo escondida no banheiro imundo
Escondida do mundo que pensa que está tudo bem...
Pra isso também serve a máscara...
Que vazio é esse?!
Que me engasga
Que me comprime por dentro
Um grito preso me consome
Não aguento mais!!!

Depois vem a vergonha estampada
de meus atos impensados
do meu capricho impulsionado

Não quero mais ser traída pelo destino
Não quero mais não ter controle sobre minha vida!

Preciso te colocar na estante
Atrás dos livros
Até apodrecer pelas traças nojentas
Que comem palavras de graça

Preciso que a máscara se transforme em rosto de verdade
Preciso que minha memória se perca
E não atormente meus dias
Longe da sua forma
Longe das suas linhas.

9maio2007
dáRidA faGgi
Enviado por dáRidA faGgi em 03/11/2007
Reeditado em 03/11/2007
Código do texto: T721738

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dáRidA faGgi
São Caetano do Sul - São Paulo - Brasil
84 textos (3856 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 13:17)
dáRidA faGgi