Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pudim de 21 anos

Lembra das brigas e de tudo?
Ah! Dava ou dá até vontade de morder.
Gritar: Some daqui menina!
Uhu... dividir presente do dia das crianças...
Fala sério, caçula sem vergonha!

Em vez de ter uma irmã mais nova
Um dia, virei irmã mais velha.
Me doí toda, ataquei em defesa dela.
Aé, virei família de tamanho pequeno e força dobrada.
Dobrei com palavras aqueles que vieram soprar a paz.

Tantas brigas
Mais do que rimas.
Todas com final de olhos verdes dizendo...
Safada, já vinha provocar a amizade de volta.
Tá bom, só que me solta.

Com o tempo, as coisas mudaram
E me passou no tamanho e na bondade
Tá sempre olhando, curando, sorrindo
Para a minha adolescencia interminável.

Enfim, passou o tempo e não entendo nada
Porque será que só há graça se ela for?
Cuida e brinca, vive todos os dias
Para eu obeservar.

Quero somente a eterna presença
Da pele de chocolate branco.
Adoro o doce da minha irmã...
Irmazinha

Poeta Vane Kolyn
Enviado por Poeta Vane Kolyn em 07/11/2007
Código do texto: T727788
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poeta Vane Kolyn
Santo André - São Paulo - Brasil, 33 anos
34 textos (1806 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 21:36)
Poeta Vane Kolyn