Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Desespero

O desespero já me consome,
Já sinto que algo gira em meu redor.
Não sei distinguir o que é
Mas de uma coisa estou certo.
Algo de grave se passa.
O desespero leva-nos a enveredar
Por caminhos sem retorno.
Porque será que se inventam
Palavras que nos magoam?
Desespero é somente destruição!
Desespero! Que palavra!
Estou doente! Estou mal!
Sem ajuda, não chego ao porto de abrigo.
Por vezes não sei o que digo!
Estou mal, pessimamente mal!
Não consigo sonhar!
Não consigo pensar!
Não consigo dizer o que me vai na alma!
Creio que tenho a cabeça vazia!
Porque será?
Nunca me aconteceu!
É a primeira vez!
Nunca tinha sido posto à prova desta forma!
Estou triste! Dói-me o peito!
Dá-me vontade de gritar!
De gritar e nunca mais parar!

Carlos Jorge Gomes Candan
Enviado por Carlos Jorge Gomes Candan em 08/11/2007
Código do texto: T728140

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Jorge Gomes Candan
Portugal
51 textos (1409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 16:56)
Carlos Jorge Gomes Candan