Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A chuva da manhã

A chuva desce
Nos telhados reverberam os sons

Brota a nostalgia
De uma manhã sombria
Gélida, fria
Refrescada pela cálida e ruidosa garoa

Tempo bom
Chega pra cá meu bem
Aquece-me
Essas escamas de gelo quebrarão
Que envolvem meu coração

Do sombrio sou refém
Até a solidão me desdém

A chuva
É a única que comigo conversa
Acalma-me como mestre do oriente
Repousado numa tapeçaria persa
Marcio Elias Martins
Enviado por Marcio Elias Martins em 08/11/2007
Código do texto: T729029

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcio Elias Martins
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 36 anos
41 textos (1541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 21:00)
Marcio Elias Martins