Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SER PROFESSOR

Lecionar é como um transe, um teatro, uma emoção
Lecionar é amar ao próximo
É um pacto com o conhecimento
Com o desconhecido
Com o outro

Todo professor nutre uma espécie de amor pelo aluno
Quem não ama, não é professor
É um mentiroso, um falsificador de imagens e pensamentos
É um usurpador e indolente.

Lecionar é embriagante,
Felicidade, angústia e dor.
Dor que pode levar à morte.

Nada pior do que ficar distante das salas de aula
que transformadas em fonte de sacrifício,
leva-nos ao sufoco, a escassez de oxigênio no cérebro e a distância do outro.
Outro que pede, às vezes renuncia e parte para o enfrentamento.

Enfrentamento diletante, regado por dúvida, emoção e insegurança.
Talvez por medo do conhecimento que, ao abrir as portas da ignorância, modifica conceitos, dogmas, pensamentos e sentimentos.

Como é belo ser professor.
Para os que não são, os que se auto-enganam, ou fazem de conta,
que se sufoquem ante o medo da verdadeira face da docência.
Se alguém deseja assassinar um docente
que tranquem as salas de aula e mandem os discentes para casa.
Lúcio Alves de Barros
Enviado por Lúcio Alves de Barros em 09/11/2007
Código do texto: T730028
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.sitedo autor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lúcio Alves de Barros
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
462 textos (50809 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 03:58)
Lúcio Alves de Barros