Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ocasiões

Por centenas de ocasiões
Deixei de ver seus clarões
Você, uma em milhares
Procê, sua e seus lugares
Muito fortes, demais!
São seus sais
Comigo se vais
Esvai
Não tem quem te atrai
Não sonhe sem religião
Um em trilhares
Antes mesmo que você esqueça
Você está em primeiro plano
Muito alta, sagaz
E vem e me trás
Pra trás
Muito alta
Sua falta
Pra frente
Vem gente!
Volta corrente
Não, agüente
Adivinhe o que te sente
Quem sabe eu preciso
Sou mais claro, incisivo
Clarão inofensivo
Voltemos satisfatoriamente
Na última em um milhão
Na era do meu turbilhão
Sou claro, clarão!
Só fraldários abertos
Desenhando falsas adultisses
É só isso que surgisses
Só você em um quatrilhão!!!


Gustavo Luiz Martins Oliveira
Enviado por Gustavo Luiz Martins Oliveira em 10/11/2007
Código do texto: T732167
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Luiz Martins Oliveira
Santo Antônio do Monte - Minas Gerais - Brasil, 36 anos
133 textos (3805 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 10:03)
Gustavo Luiz Martins Oliveira