Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Malandragem do Gui

Era grande a diferença de idade, ele quase 50 , ela vinte e poucos...mas ele tinha carisma, jeito e sabia se resolver com as mulheres.
Estavam já a uns 3 anos juntos, vida perfeita, não fosse uns vícios dele.
O problema é que ele não podia ver um rabo de saia, era ver e se perdia, saia atrás na caça como se diz, não medindo as conseqüências.
Dia desses estavam os dois no supermercado, fazendo as tais compras de mês.
Quando ele percebe uma coroa, dos seus trinta e oito, corpinho de 25, sarada, rata de academia e não resiste.
Procurando uma maneira de ser ver sozinho, propôs a esposa.
-Querida vamos fazer o seguinte? Enquanto você vai ver os materiais de limpeza, eu vou ver uns vinhos... nos encontramos depois.
Ela acenou positivamente, afinal ele ficava mesmo regulando os preços de tudo...
Ele por seu lado, cheio de chinfra, foi procurar a tal Deusa vista na entrada.
Nos corredores de produtos naturais, lá estava ela, entre fibras e integrais...
A chegada foi a de sempre, cheia de charme e bossa, e ela como todas as outras foi ficando simpática...afinal ele era expert.
Quando já estavam na fase de anotar telefone e marcar aquele almoço, a jovem esposa  chegou sem aviso, pegando-o em flagrante delito.
Para deixa-lo sem graça na situação, foi logo dizendo:
-Oi papai, você já achou o que estava procurando?
Ele com a malandragem que a vida ensinou, sem titubear emendou:
- Sim, filhinha querida, estava agora mesmo tentando arrumar uma madrasta pra ti.
Lune Verg
Enviado por Lune Verg em 12/11/2007
Reeditado em 12/11/2007
Código do texto: T734758
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lune Verg
São Paulo - São Paulo - Brasil
55 textos (14700 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 13:03)
Lune Verg