Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

impossível aprisionar o presente



fuga inevitável



_________________________________________________... é
_______________________________________        a do
____________________________               instante
_________________                     presente



nem bem tentou-se capturá-lo,



                                          f
                                                  o

                                                    i
                                         
                                          -
                                          s
                                          e
                                          .

__________________________________________________________

~~~~~~~~~~~comentarios adcionados~~~~~~~~~~~~~~~~

"30/11/2007 08:05 - Jacó Filho
Eu tenho verdadeira obsessão pelo tempo, tanto que meu primeiro trabalho foi "O UNIVERSO EM TEMPO REAL" e sempre falo que vivemos no passado, pois não somo tão rápidos que possamos perceber o presente, a não ser através da intuição... Parabéns! Seu texto é uma realidade interessantíssima... Que Deus nos abençoe... Sempre...

24/11/2007 18:28 - Simone Aver
Escorreu entre os minutos, transformou-se em futuro. E agora, o que fazer desse resto de voz que ficou pra trás? O que fazer do suspiro suspenso no ar? Perdeu-se o presente. O tempo, embrulhado em papel celofane vermelho, faz-se pólvora e azulejante céu... Beijos, querido.

20/11/2007 02:23 - Fabrício Silva
Cara, você é bom, muito bom. Avante!17/11/2007 17:16 -
INteliugentíssimo o seu pensar. Kolemar RIos

17/11/2007 11:48 - Keiko schynaida
POETA!!!QUE LINDO... É IMPOSSIVEL,APRISONAR O PRESENTE!COMO VC MESMO O ESCREVEU,QUANDO VEMOS JÁ SE FOI.DEIXAMOS QUE O PRESENTE SE AFASTE DE NOS,POR COISAS BOBAS.AH,DEIXAMOS DE SER FELIZES NO PRESENTE,COM MEDO DO AMANHÃ!DEIXAMOS ESCAPAR ENTRE NOSSOS DEDOS,OS MOMENTOS DO PRESENTE!MAS TEM UMA COISA,EM QUE GOSTÁRIAMOS,QUE FOSSE IMPOSSIVEL DE LIBERTA-SE DELE!O PASSADO,ESSE QUE AS VEZES OU SEMPRE NO PRESENTE,SÓI NOS TRAZ TRISTEZAS.PORQUE NÃO FOMOS CAPAZES DE SE ENTREGAR,AO PRESENTE...NAQUELE PASSADO.E QUANDO VIMOS JÁ,É TARDE DEMAIS... COM CARINHO E AFETO! OBS:DE UM PULINHO AO MEU RECANTO TÁ?ADOREI SEU PERFIL."
Plácido dos Santos
Enviado por Plácido dos Santos em 13/11/2007
Reeditado em 21/09/2012
Código do texto: T736248
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Plácido dos Santos
Salvador - Bahia - Brasil, 43 anos
102 textos (7172 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 14:52)
Plácido dos Santos