Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando penso.

Quando penso o riso perde
passo o tempo no passado.
Quando fico nesse extenso
passo a vida num tablado.

Quando olho as faces curtas
Curto tudo quão macabro,
Da luneta além Mundo
Vejo o Mundo no passado.

Da luneta Além Mundo
Vejo o Mundo numa mesa
Mas será que isso é certeza?

A certeza só insiste
que a vida é uma mesa
onde o prato não existe (É assim que se insiste?)

Acalmemos a brabeza,
Pois certeza de que existe.
Só não sei se existe a mesa.
Melques Aleixo
Enviado por Melques Aleixo em 13/11/2007
Código do texto: T736299
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor. (Completo)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Melques Aleixo
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 30 anos
16 textos (974 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 23:15)
Melques Aleixo