Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Frustração


Impossível tentar enganar a si mesmo
Mostrar-se forte quando a tristeza nos domina
Sufocar o choro de uma grande frustração
Fazer de conta que a tudo suporta
Quando na verdade já não se tem mais chão

Como queria extravasar verdadeiros sentimentos
Derramar todos os meus prantos
Ainda que dessa aparente fortaleza
Abandonasse a imagem austera tal qual monumento

A tristeza e o pranto reprimido me corroem as vísceras
Sinto-me vazio, algo nada normal
Uma grande compressão no abdômen me toma
Quisera neste momento fosse fatal

Decididamente, dedicação não é garantia de realização
Horas, dias e noites priorizando os estudos
Filhos, esposa e amigos, tudo às margens ou mesmo contramão
Para ter como recompensa tamanha decepção

Onde está a tal justiça, diga-se divina
Que não consagra trabalho e devotamento?
Como recuperar passados momentos,
Não vividos por conta da sina
De levar tão a sério as coisas da profissão?

O momento é de reflexão
Tem-se de avaliar conceitos e medir atitudes
Não há como evitar que se mude
A maneira de encarar a vida
Ainda que tanto repercuta na profissão
André Luiz Ribeiro
Enviado por André Luiz Ribeiro em 13/11/2007
Código do texto: T736361

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Luiz Ribeiro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 50 anos
59 textos (4472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 02:33)
André Luiz Ribeiro