Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Família


Ainda que se sinta interminavelmente sozinho
Deprimido por algo que o aflija
Não se tome pelo desespero e pela incerteza
De aparente fartura e bonança

 Que por decepções e frustrações há de passar em sua vida
 Ah! Fique certo dessa tal cobrança
 Preço pago sem direito à fiança
 Nem garantia de felicidade cativa

Onde está então a essência do viver
Que justifique os maus momentos
Vividos ao longo de duras jornadas
Quando valores impulsionaram-no a vencer
Verdadeiro oceano de tormentos?

Imagine se realmente estivesse sozinho?
Haveria de estar aqui agora?
Talvez vagasse pelo mundo afora
Sonhando com a mínima demonstração de carinho

Se tudo, como dizem, na vida tem preço,
Mesmo que tenha de voltar ao começo
Honra a sua família e os seus amigos
E estarás quitando a dívida consigo mesmo

Se por acaso algo o fizer fraquejar
E tiver necessidade de recompor as energias
Não se acanhe, pode nos procurar
Será um imensurável prazer te fazer companhia

Ainda que não tenha se apercebido
Você há muito faz parte de nossas vidas
Ou melhor, integrante desta família
Que tanto orgulho nos tem trazido

Nós te amamos SÉRGIO MAURO BARRETO

André Luiz Ribeiro

Observação: trata-se de um primo criado pelos meus pais que, a bem da verdade, é um irmão maravilhoso.
André Luiz Ribeiro
Enviado por André Luiz Ribeiro em 14/11/2007
Código do texto: T736430

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Luiz Ribeiro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 50 anos
59 textos (4471 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 15:32)
André Luiz Ribeiro