Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Devaneio

As vozes me chamam
Não há nada ao meu redor
Vejo seres inexistentes
Que teimam em me importunar

A noite, o frio, o escuro
Minha mente é perturbada
O ódio, o medo, a dor
Sou tentado pela destruição

Um olhar que fascina
Um fascinado que passa os dias a contemplar
A beleza que encontra em torno de si
Algo que deseja amar

Um louco, um poeta, um amante
Movido pela emoção como um toreador
Eu sou como um anjo
Que caiu dos céus para voar nas asas da paixão

Sanidade ou loucura
Verdade ou ilusão
Paradoxos da vida
Uma mente sem razão
W Nophelim
Enviado por W Nophelim em 14/11/2007
Código do texto: T737089

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
W Nophelim
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 29 anos
110 textos (4913 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 17:14)
W Nophelim