Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Adeus solidão

 
(Caros leitores, este texto eu o escrevi já faz um tempo. Mão sabia como defini-lo e ainda não sei. Espero que com seus comentários eu consiga classificá-lo, como poesia ou canção.).

No acorde da canção,
Eu e meu violão espantamos a solidão...
Em cada acorde, em cada verso,
Mesmo em silencio eu peço...
Vai embora solidão!

Nessa imensa euforia,
Entre acorde e melodia,
Escrevi essa canção...
A solidão me apavora,
Mais a canção me consola,
Vai embora solidão...

Hoje eu sei...
Pois sofrendo eu aprendi!
Quem tem um coração que bate,
A razão do descompasse
É por que sofre por alguém...

Já é alta madruga,
Ainda estou acordo,
Sinto falta de você...
As canções que eu sabia,
Cantarolei, fiz melodia...
 Você não apareceu...

Já vai amanhecer o dia,
Mais uma noite de espera,
Você não apareceu...
Eu tive por companhia
O violão e a melodia,
Dispensei a solidão...











Falcão Dourado
Enviado por Falcão Dourado em 15/11/2007
Reeditado em 15/11/2007
Código do texto: T738171

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Falcão Dourado
São Paulo - São Paulo - Brasil
315 textos (30505 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 05:04)
Falcão Dourado