Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Voz da Solidão.


De repente, o silêncio,
 a ausência.
Por fora há calma.
Dentro há balburdia,
Gritos, hurros, soluços
Risos.
De repente,
Grita em meu peito a voz da solidão.

Evelyne Furtado
Enviado por Evelyne Furtado em 15/11/2007
Código do texto: T738558

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Evelyne Furtado
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
974 textos (122232 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 23:12)
Evelyne Furtado