Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ABC do amor ou PC do amor?

Engraçado como a vida passa...
          Como as coisas acontecem...
                   Como certos valores mudam...

Na infância, você experimenta o ABC do amor!
O amor da professorinha, do estudante mais bonito, do primeiro beijo!
E acreditava que seria pra sempre, do modo como analisava naquela época (namorar, casar, amar, ter filhos)
Mas... com o tempo... algo avançou? Ou regrediu?

Com tanta modernidade...
Os poetas da modernidade (alguns)
Sofrem um novo mal
Eis que surge então... o PC do amor!

Com a letra P... não significa paixão!
Talvez tenhamos um P antigo, 'ressuscitado', renascido
Que ocorria nos mais velhos poetas...
o P de PLATÔNICO!
A idéia do amor puro... coroado de idéias supremas do bem!

Este P que, junto com o C:
Perigosamente Corrói - a alma,
Paulatinamente Castiga - o corpo,
Prazerosamente Cresce - as estatísticas da esperança,
da ansiedade, do estresse, das vontades!

Você pode ver (web cam), mas não pode tocar!
Você pode enviar cartas (e-mail) e
Recadinhos de amor (orkut)
Por algo confiável ('PCupido')!
Sem saber se obterá resposta ou se vai travar ou 'cair'!

Se correspondido e distante...
Você ainda corre o risco das crises e perigos das BR´s (terra ou ar).
Caso não tenha coragem o suficiente para enfrentar todas as barreiras, suporte ao menos essa doença incurável: o vício da net!

                                          "Com A escrevo amor!
                                           Com P escrevo paixão
                                           PC é o dono do meu coração!"

                                                  (Cantiga de roda com adaptação)
               
Bárbara Dinamene
Enviado por Bárbara Dinamene em 16/11/2007
Reeditado em 06/08/2009
Código do texto: T739117
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Bárbara Dinamene
Aracaju - Sergipe - Brasil, 38 anos
19 textos (1126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 05:00)
Bárbara Dinamene