Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Axu qui vô vuá pras bandas di Moçoró

Tô inrrba déça jinéla
Da casinha cainu us rebôco
Pensanu mutio nelas
Qui fizéru di min cazu pôcu.

Intonci cum minha viola
Vivu tocanu u’a canturia
Para vê ci min cunsóla
I min dê mais aligria.

A solidão fêiz moradia
Dentu du meu coração
É tanta sôdadi todo dia
Qui nun tô guentanu mais não.

Cuns disprezu das minina
Pençu vuá pur êci mundão
Pois vuá é memu minha sina
Cumpanhadu cum  a solidão..

Inté um amigu queu proziava
Ôji anda preocupadu
Foi tirá us côru qui trapaiava
Quagi qui fica era capadu.

Inté eli sumiu daqui
Nunca mais nóis proziô
É u jeitio saí pur aí
Cuma um paçarin vuadô.

Sô um sabiá azaradu
Qui nun cunsegui axá arguém
Mira min xama di safadu
A Milla num min qué bem!...

Só a Clara min cunsola
Pruquê ela é minha amiga
As ôtras nem min da bola
Nunca mais min deu guarida.

Tô aqui mêi vexado
Ninguém di min tem mais dó
É u jeitiu vuá potru istadu
Quem sabi!... tarvêiz Moçoró!...

Lá tem u’a Anja Rodrigui
Qui tô querenu cunhecê
Já qui as daqui num min ligui
Nun ficu pra nun mais sofrê.

Ci Deuzu min dé a sorte
I di min tivé mutia dó
Vô pru Ri Grandi du Norti
I pozá num jardin di Moçoró.

Quem sabi a sorti ta pur lá
Ci é éça é minha grandi sina
Já qui as di cá nun quis min amá
É u jeitio eu isquecê éças minina!...
Airam Ribeiro
Enviado por Airam Ribeiro em 17/11/2007
Reeditado em 19/11/2007
Código do texto: T740870
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Airam Ribeiro
Itanhém - Bahia - Brasil, 69 anos
572 textos (39926 leituras)
21 áudios (2316 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 20:33)
Airam Ribeiro