Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Refúgio da Solidão (c/áudio)

DE FRENTE PARA O MAR
ACOMPANHANDO O NAVEGAR DE UM NAVIO
AH! SE PRA LÁ PUDESSE ME TRANSPORTAR
ESSE VENTO CONSTANTE, SUAVE E MACIO

APESAR DE AQUI EM TERRA ESTAR
É COMO SE LÁ EU ESTIVESSE
SÓ NÃO TEM AQUELE BALANÇAR
MAS AQUI... QUEM SABE, VOCÊ APARECE!

ENTRE O NAVIO E EU
UMA ENORME DISTÂNCIA
ENTRE VOCÊ E EU
UMA GRANDE INCONSTÂNCIA

O NAVIO JÁ VAI EMBORA
DEVAGAR, DEVAGARZINHO SOME NA IMENSIDÃO
PENSO EM VOCÊ MAIS FORTE AGORA
E ME SINTO MAIS SOZINHO NESSE  “REFÚGIO DA SOLIDÃO”.

   
06/11/2001.
   JERONIMO L. MADUREIRA
Jeronimo Poeta Dançarino Madureira
Enviado por Jeronimo Poeta Dançarino Madureira em 18/11/2007
Reeditado em 15/02/2009
Código do texto: T741586
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=8758930129928756435). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
REFÚGIO DA SOLIDÃO - Jeronimo Poeta Dançarino Madureira
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jeronimo Poeta Dançarino Madureira
Maricá - Rio de Janeiro - Brasil
2540 textos (418860 leituras)
751 áudios (189350 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 03:43)
Jeronimo Poeta Dançarino Madureira